domingo, 8 de abril de 2012

Novo blog

Muita coisa legal nesse blog, mas comecei escrever em um outro. Acho que a categorização tem ajudado a nortear os temas e tornar a navegação mais fácil.

http://enfileirandopalavras.wordpress.com/

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Do discernimento sobre o futuro

Rodopio entre os impulsos absurdos dos planos futuros,
vagueio entre sonhos que um beliscão pulveriza,
saboreio cada anseio sem saber o que comer,
morro de fome e sem a lembrança do gosto.
É fato, é falta de fé. É fome, não é.

Indigestivo: some o gesto, consome o foco
Não tem nem tanta força, mas aprisiona a essência
Devora prece. Pressa, devo precisar
Sobra, sobretudo, quase eu mesmo
E na falta de mim, nem a sobra quero

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Textos aleatórios

Viva o presente.
Como se fosse simples deixar o futuro aos cuidados de um agora despreocupado e o passado esquecido, com seus erros que insistem em retornar ao instante agora.Sem contar que contamos com variáveis e fraquezas que abatem o discernimento nosso, nos deixam assim, inconstantes e idiotas.Mas sim, viva o presente e de olhos fechados.

Recordar é viver. 
Cada momento é tão perto e tão inacessível. Revê-los provoca, entristece, alegra e altera. Uma mistura incansável de sensações e a imensa vontade de petiscar um pequeno instante daquele tempo. Mastigá-los de olhos fechados e sentir os pedaços triturados invadirem em sensações provocando quase que um teletransporte transubstancial para o segundo daquele farelo de acontecimento. Saudade.



quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Novo embalo em antiga cantoria

De repente, estou de volta a patria. No fim, não saiu nenhum post em inglês, nem nada. Mas isso não é motivo pra ficar triste, respirar fundo e desenvolver o que precisa ser trabalho aqui. Não tinha essa impressão tão nítida, mas sinto-me um pouco mais amadurecido, o que não significa que deixei de morar na casa da minha mãe.

Novo emprego, nova rotina, curso de teatro, Brasil. João Pessoa me recebeu com um clima bem agradável. É tempo de buscar aqui o que senti falta lá fora, minha identidade enquanto nordestino, enquanto brasileiro. A cor dessa terra me anima.

Sentirei falta da terra verde, do frio, do LUAS, dos pubs,Guinness, Dublin bike, do cheiro daquelas ruas. O sotaque, a sempre tão animada Grafton Street, a neve e até a UCD. Sinto falta de cada cm quadrado dessa experiência. 

Os amigos, esses sobrevivem com a esperança de revê-los, e isso está próximo, contagem regressiva pra receber os grandes amigos Silvio e Paulinha na minha querida cidade. Espero profudamente que seja a primeira visita de muitas.

Novo embalo em antiga cantoria!

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Quick decision: Practicing writing

[English version]
From this point (late I know) I decided to start to improve my writing skills in english (because I know it´s too bad). I am going to keep a portuguese version just below the english one. I hope that everyone can help me to correct my writing mistakes and improve with new and better ways to get myself writing.

[Versão em português]
A partir desse ponto (tarde eu sei) eu decidi começar a melhorar minhas habilidades de escrita no inglês (porque eu sei que tá muito ruim). Estarei mantendo o texto em português logo abaixo do inglês. Espero que todos possam me ajudar a corrigir meus erros e melhorar com novas e melhores maneiras de escrever.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Cleaner: profissão, bleach e muito mais

Foto já nos últimos dias
Esse foi o clima que norteou essa experiência. Olhando a felicidade desses faxineiros não dá pra supor que o trabalho era pesado, mas era sim. Então, terminando o que eu havia começado no post "Entrevistas, faxinas e outros detalhes",  onde eu apenas falei como consegui o emprego e  seus primeiros dias, agora farei um resumo dessa aventura que trouxe muito mais que alguns euricos.

Na imagem falta algumas várias pessoas, entretanto nela aparece o responsável por eu ter conseguido o emprego, meu flatmate Julio (segundo da esquerda pra direita), o cara que veio comigo no mesmo vôo (e que por conhecidência estava indo de volta para o Brasil quando eu comecei a escrever esse post) Thiago (primeiro da direita para esquerda) e o cara que mais me irrita nas conversas, Daniel (exatamente no meio), o que não me surpreende já que ele é vendedor (empresário) e já teve um íntimo envolvimento com política.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Crise na Irlanda - primeiras impressões

Se eu estivesse no Brasil certamente estaria procurando uma carta pra colocar na manga. É realmente alarmante o que tem saído sobre a crise irlandesa, então resolvi deixar aqui a minhas percepções e o que tenho ouvido. As mudanças nas leis de imigração foi outro ponto que também trouxe uma preocupação extra pra quem está vindo e mais ainda pra quem está aqui.